Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Palavras chave

Últimos assuntos
» O sétimo servo
Dom Jan 31, 2016 12:57 am por Yay

» [Invocação] Terra Branford
Sab Jan 23, 2016 7:15 pm por KGUMASTER

» [Invocação] Phill Morrison
Sab Jan 23, 2016 10:08 am por vangolax

» [Invocação] Takamasa Nomuro
Sex Jan 22, 2016 8:46 pm por HappydaTropa

» [Invocação] Odille Musik
Sex Jan 22, 2016 3:16 pm por Oudi

» [Invocação] Christina Longstride
Sex Jan 22, 2016 12:50 am por Yay

» [Invocação] Samuel Reed
Qui Jan 21, 2016 10:03 pm por Momoichi

» [Mestre] Oddile Musik
Qua Jan 20, 2016 8:28 pm por Momoichi

» Discussão: Pros e Contras sobre as magias dos Mestres.
Ter Jan 19, 2016 6:04 pm por HappydaTropa


[Invocação] Samuel Reed

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Invocação] Samuel Reed

Mensagem por Momoichi em Qui Jan 21, 2016 10:03 pm

Então, lá estava eu, na mansão de meus pais adotivos, quando de repente, sinto minha mão esquerda queimar, quando parou, vi que era uma espécie de tatuagem, com o formato de uma pata com três garras, aquilo era o motivo de eu ter sofrido tanto quando criança, treinando arduamente, sendo forçado a ter lutas com os meus irmãos adotivos, tudo isso, para conseguir algo tão... Insignificante. Selos de Comando, era o nome daquilo, se bem me lembro, mas não importava o nome, e sim, para que eu as usaria. Passei o dia inteiro lendo, e tentando puxar na memória, qualquer coisa sobre essa Guerra do Graal, as únicas lembranças que tinha sobre essa Guerra, eram citações de meu pai.
 
 Ao anoitecer, já tinha tudo pronto, era incrível como os Reeds eram tão obcecados com essa Guerra, eles tinham uma imensa fortuna, que era proveniente de seus ancestrais, nobres, imperadores, cavaleiros... Eles tinham um legado praticamente primordial. A maioria desta fortuna era gasta em itens que haviam pertencido a heróis e figuras históricas do passado, eu não acreditava nisso até agora... Elas emanavam magia, como se tivesse alguma coisa selada nelas. Com os meus duelos, aprendi que é sempre bom ter visão de seu oponente, então peguei um arco, era 1 de 5 artefatos, um medalhão, uma lança, um arco, um diadema e um bracelete. No arco, tinha um nome entalhado em sua madeira, mas não consegui entender de imediato.
 
 Então comecei a desenhar o circulo de evocação, era uma estrelá de 5 pontas. Coloquei cinco cristais de mana em cada ponta e o arco no meio, então comecei a invocação:

- Eu lhe chamo ó herói caído, para que ande novamente no mundo dos mortais! Venha a mim, e auxilie-me nesta batalha e restabeleça a sua glória que havia sido perdida!

 Houve um clarão, fiquei cego por alguns instantes, quando recobrei a visão, vi um homem a minha frente, usava vestes vestes verdes e estava apontando sua espada para mim.

- Acalme-se garoto, suponho que seja a pessoa que me chamou para cá, então, se não se importar, poderia tentar não me queimar? - Falou o homem.

- Não confio em pessoas que nunca vi, por precaução. Agora, poderia fazer o favor de abaixar a sua espada e falar mais sobre si? Odiaria ter que desperdiçar mana em um servo que não ficou mais que cinco minutos no mundo.

- Hohoho... Muito confiante você, não? Gostei, trato feito.

 Cessei o meu feitiço e ele abaixou a espada.

- Meu arco! Como parou nas mãos de alguém como você? Aliás eu so-

- Não precisa, reconheceria alguém como você mesmo que fosse um total leigo em história. Roupas verdes, e um chapéu com penas, você é o Príncipe dos Ladrões, Robin Hood. Interrompe-o,  falando algo que já tinha deduzido.

- Pode me chamar apenas de Robin. Já que sabe o meu nome, poderia me contar o seu?

- Samuel Reed.

- Agora me fale uma coisa, porque uma criança como você tem uma mansão assim para viver sozinho?

- Fui doado para uma família rica pela minha mãe.

- Não me parece uma vida tão difícil assim, qual é o seu objetivo com o Graal então? Mais dinheiro? Poder?

- Nada disso, quero que essa parte da minha vida seja apagada, e quero viver com a minha mãe e pai verdadeiros.

 Ele ficou surpreso, nunca tinha ouvido falar de uma pessoa que queria se desfazer de suas riquezas. Sentamos no chão e comecei a conta-lo sobre as torturas que havia sofrido quando mais novo, os ensinamentos altamente rigorosos de meu pai adotivo, os duelos forçados, a prática até a completa exaustão, até o dia em que me rebelei e fugi da mansão.

- Se você fugiu de casa, como conseguiu a mansão só pra você? E já que eles eram usuários de Magias de Cristais, porquê você utiliza Piromancia?

- Eles me treinaram bem de mais, e não suspeitavam de que eu podia vir a me rebelar. E bem, eu simplesmente despertei este poder.

- Você me surpreende, tamanho sofrimento com tão pouca idade...

- Então, você irá me auxiliar a conquistar o Graal?

- Apenas mais uma pergunta, o que você planeja fazer com os outros mestres? Alguns tem um desejo tão nobre quanto o seu.

- Não vai ser a minha culpa se ficarem em meu caminho. Você matou pessoas para conseguir o que queria, porquê você acharia errado eu fazer o mesmo?

Ele parou por um momento, e respondeu:

-..... Samuel, você pode contar com o meu auxilio.
avatar
Momoichi

Mensagens : 7
Data de inscrição : 11/01/2016
Idade : 15

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum